sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Caderno pedagógico sobre violências na escola

Governo do Estado lança caderno pedagógico sobre violências na escola

A Secretaria de Estado de Educação (SED) elaborou o 1º Caderno Pedagógico: reflexão para a implementação da Política de Educação, Prevenção, Atenção e Atendimento às Violências na Escola. O documento foi lançado nesta quinta-feira, 1° de outubro pelo secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, com a participação da secretária de Assistência Social e coordenadora da campanha Drogas. Não dá mais para aceitar, Angela Albino.

O caderno vem ao encontro do enfrentamento das diferentes violências, decorrente do uso e abuso de drogas lícitas e ilícitas, preconceito, racismo, discriminação, homofobia, bullying, cyberbullying, depredação do patrimônio público, entre outras questões nos diferentes contextos sociais e educacionais.

De acordo com Deschamps, o principal objetivo é efetivar a implantação e/ou implementação da Política de Educação e Prevenção às Violências nas escolas, nos Núcleos de Educação, Prevenção às Violências na Escola (NEPREs) e nas Gerências Regionais de Educação (GEREDs). A política da Secretaria da Educação vem ao encontro das ações e propostas da campanha lançada pelo governador, Raimundo Colombo, Drogas. Não dá mais para aceitar. Também não podemos aceitar a violência nas escolas. O ambiente escolar não é apenas para trabalhar saberes. É preciso ampliar as discussões e envolver o todo. Queremos incentivar práticas pedagógicas de prevenção para a resolução não violenta dos conflitos e ao uso/abuso de drogas lícitas e ilícitas, contribuindo para a construção da cultura de paz, destaca.

Para a secretária de Assistência Social, é importante alinhar as ações em preparação aos profissionais da educação que atuam nas escolas. Todos devem estar preparados para falar com os alunos. A maioria dos usuários inicia na adolescência, por isso devemos trabalhar a prevenção, explica Angela.

O material produzido é um desdobramento da Política de Educação, Prevenção, Atenção e Atendimento às Violências na Escola realizado pela Secretaria de Estado da Educação e alinha-se as metas e estratégias do Plano Estadual de Educação decênio 2015-2024; as Diretrizes da Proposta Curricular do Estado de Santa Catarina 2014; ao Plano Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas, elaborado a partir do Programa Federal Crak, é possível vencer; aos debates de educação e prevenção; e aos estudos e debates sobre direitos humanos.

O documento foi entregue aos diretores de escolas, gerentes Regionais de Educação e coordenadores dos Núcleos de Educação, Prevenção às Violências na Escola (NEPREs) de todo o Estado. O secretário Deschamps entregou a coordenadora estadual dos NEPRES, Rosimari Kock, dois importantes livros lançados em 2002 para serem atualizados. Este é um rico material que deve ser atualizado e que, com certeza, irá contribuir muito com as práticas de prevenção nas escolas, finaliza.

Em discussão
Para ampliar as discussões sobre o evento, antes do lançamento foi realizada a conferência Educação e Violências: interfaces com a Escola com a doutora em educação, Julia Siqueira da Rocha. O Ministério Público e as Secretarias de Assistência Social, Saúde, Segurança Pública e Educação estiveram reunidas na mesa redonda Fortalecendo a Intersetorialidade. O objetivo das discussões é dar visibilidade as ações desenvolvidas por cada um e alinhar as políticas de prevenção. Trabalhando integrados consiguiremos mais e mellhores resultados, comenta a coordenadora estadual dos NEPRES, Rosimari Kock.







Texto e fotos: Edinéia Rauta
Assessora de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário